Pais do Leão

Associação de Pais e Encarregados de Educação da EB1 O Leão de Arroios


Deixe um comentário

Informação sobre as obras

As obras que estiveram em curso durante o verão estão praticamente acabadas e agora, ao fim de dois anos:
• os alunos poderão de novo utilizar a Biblioteca.
• estão colocados sistemas de abertura de porta para facilitar a saída em caso de emergência
• qualquer criança com dificuldade de mobilidade já pode entrar sem problemas com cadeira de rodas na escola porque foi construida uma rampa de acesso.
• nas sala de aula foram colocados estores (interores) para sombreamento.

Continuam, no entanto, a faltar 3 coisas que achamos essencial para o bom funcionamento e bem estar dos alunos:
• os toldos externos para que as salas não sobreaqueçam
• o arranjo dos WC’s
• afagar ou suavizar o chão do recreio.

Continuaremos a fazer todos os esforços para que estes problemas sejam resolvidos e contamos com a mobilização dos pais para pressionar as entidades promotoras.


Deixe um comentário

Carta enviada ao Secretário de Estado do Ensino e da Administração Escolar – João Casanova de Almeida

Exmo. Senhor Secretário de Estado do Ensino e da Administração Escolar João Casanova de Almeida

Enquanto Associação de Pais e Encarregados de Educação da Escola EB1 – O Leão de Arroios – em Lisboa, vimos por este meio solicitar a atribuição ou contratação urgente de um psicólogo a tempo inteiro para esta escola de 1º ciclo. Trata-se de uma escola onde estudam cerca de 400 crianças, na sua maioria dos 6 aos 11 anos. Lembramos que esta escola se encontra distante da escola Sede de Agrupamento e as suas condições ambientais e complexa envolvente social requerem uma especial atenção.

Esta escola não tem qualquer psicólogo em funções, seja tempo total ou parcial, embora nela estudem centenas de crianças, várias com problemas que requerem atenção urgente. As situações de violência e bullying são frequentes. Independentemente dos processos usados pela Comunidade Escolar para tentar resolver e mitigar estas situações a posteriori, elas vêm-se repetindo cada vez com maior gravidade e frequência.

Segundo notícia do jornal Público de 22 de Agosto de 2014 o seu gabinete garantia em comunicado que “o ministério diz que 71% das escolas ou agrupamentos passam a ter um ou mais técnicos de psicologia ao seu serviço, a tempo inteiro (contra 64% no ano letivo 2013/14). Os restantes 29% têm apenas um psicólogo a meio tempo. Fica assegurada, diz o comunicado, “uma cobertura integral” dos agrupamentos e escolas não agrupadas.”.

Entendemos que este compromisso só pode ser cumprido tendo em conta a realidade e complexidade de cada escola, e neste caso – EB1 Leão de Arroios – será certamente preferível dotar desde já a escola com este apoio (Psicólogo) do que suportar mais tarde qualquer dano difícil de reverter. Assim, e pelo facto de aqui tratarmos de crianças muito pequenas, entendemos como essencial a existência de um Psicólogo nesta escola e por isso solicitamos a sua atribuição urgente.

 

Aguardamos resposta. Com os melhores cumprimentos,

A Direção da Associação de Pais e Encarregados de Educação – Pais do Leão – da EB1 “O Leão de Arroios”


Deixe um comentário

Dotar a escola de uma sala equipada com computadores

A APEE – Pais do Leão – pediu (e conseguiu) o apoio do Centro de Informática do Instituto Superior Técnico para que fosse oferecido à escola cerca de 10 computadores, monitores, teclados e outro material. O objetivo era de dotar a escola de uma sala equipada para as Tecnologias de Informação, e no caso da nossa escola, devido à falta de espaço físico seria necessariamente na Biblioteca.

No entanto, e infelizmente, só após serem questionados por inímeras vezes a Direção do Agrupamento informou a APEE que alguns dos computadores serviram para substituir os que existem nas salas de aula, que se encontravam em mau estado, bem como o da sala dos professores.

Informaram ainda que estando a Biblioteca a ser ocupada como sala de aula de uma turma (devido às infiltrações), não havia possibilidade de lá instalar novos computadores e, por isso, a escola continuaria sem condições de fornecer uma sala para as novas tecnologias às crianças.
Tentámos novamente nas últimas semanas, em contacto com a DA, que fosse concretizado o aumento de capacidade da Biblioteca no que diz respeito ao número de computadores (para que fosse suficiente para uma turma). E, como sempre, mostrámos disponibilidade para apoiar com material.

No entanto como a escola continua sem Biblioteca as crianças continuam também sam sala multimédia.

É este o resultado da inação da Câmara Municipal de Lisboa sobre os problemas com as obras na Escola do Largo do Leão: Biblioteca que serve como Sala de Aula (quase desde o início do ano), falta de espaço lúdico-pedagógico na escola, e impossibilidade de aproveitar a oportunidade do apoio e do equipamento disponibilizado/oferecido sem qualquer custo.

Persiste assim a expetativa (e o direito) de dotar a escola de uma sala preparada para o ensino das tecnologias de informação.


Deixe um comentário

Informações sobre WC’s e Toldos/Sombreamento as Salas de Aulas

As casas de banho da escola continuam sem as condições básicas de funcionamento. Estão assim há meses. Estas, a uso ao lado do recreio, não têm sequer torneiras para lavar as mãos e muitas outras estão fechadas por estarem avariadas, ou entupidas e com portas empenadas. Achamos que é uma situação grave demais para continuar sem solução e gostaríamos que as crianças iniciassem o 3º período com wc’s que permitam o mais básico e essencial direito de saúde e asseio.

Por outro lado, os antigos toldos que estavam em risco de queda e muito danificados foram retirados pela Câmara Municipal de Lisboa durante as obras com a promessa de serem repostas mais tarde novas estruturas de sombreamento para as salas de aula.

No entanto, passou o Outono e o Inverno e continuamos sem qualquer compromisso de data sobre a colocação de estruturas de sombreamento novas ou recuperadas. Enquanto isto, o sol não espera, e os professores vêem-se já obrigados a forrar os vidros com papel devido às temperaturas elevadas dentro das salas. Esta situação vai ficar rapidamente insustentável e é urgente a colocação de toldos novos ou recuperados de forma a haver temperaturas aceitáveis dentro das salas.